quarta-feira, 10 de outubro de 2012

O que Aprendi com o Medo de Não Conseguir Dormir

Psst: Se és do tipo de pessoa que cria problemas onde eles não existem, vais querer ler este post

Há imensas pessoas que, se não conseguem adormecer á noite, entram em pânico. Trocam de lado vezes sem conta, viram a almofada para ficar com a cara bem fresquinha, mas o sono simplesmente não vem… Os primeiros 15 minutos até se passam bem, agora quando temos uma hora ou mais sem conseguir fechar olho, é caso para ficar aflito!

Ok, se calhar exagerei um bocadinho ao dizer que há imensas pessoas com este medo (é óbvio que o fiz), mas pelo menos eu já o tive, nos meus tempos de criança. E não fazem ideia das dimensões que tomava.

Noites em crise            
Basicamente, sempre que não conseguia adormecer, ficava com um medo indescritível de não conseguir dormir durante toda a noite. Se o medo era racional? Não! Era capaz de me levantar da cama, muitas vezes a chorar, e pedir aos meus pais que me ajudassem com aquele “enorme problema” que eu não conseguia resolver. Se o problema era real? Também não!

Mas como os meus pais preferiam dormir descansados a ter-me a chateá-los o tempo todo, e eu também preferia não ter de passar por aqueles momentos de autêntica agonia, tentámos arranjar soluções para “O Problema”. Daí que a Coca-cola ao jantar tenha passado a ser evitada (a percentagem de 10% de cafeína podia ser a causadora de toda a minha angústia).


Como Ultrapassar Este e Outros “Problemas”
Sabem como é que venci este medo? Simplesmente fazendo um enorme esforço para não pensar nele, sempre que atacava. A melhor maneira de combater um problema que foi criado exclusivamente pela nossa cabeça* é evitar pensar nele. E isto é uma arte. Saber sair do estado de matutanço é do mais importante que há, se não queremos ver-nos consumidos por constantes pensamentos negativos sobre alguma coisa.

Por isso, se alguma vez deres por ti com demasiado tempo para pensar sobre problemas de realidade duvidosa, pega na bicicleta e faz o paredão de Cascais. Se não for suficiente, envolve-te em alguma coisa que requira parte do teu tempo todas as semanas, ou todos os meses. Acho que é uma boa estratégia.

E se, POR ACASO, também tiveste este medo de não conseguir dormir quando eras criança, por favor comenta! Gostava de sentir que não sou o único que já passou por esta terrível experiência :)

*Não estou a entrar no campo das depressões ou doenças mentais propriamente ditas, sobre essas não tenho conhecimento nenhum

------------------------------------------------

What I've Learnt from the Fear of not Being Able to Fall Asleep


Psst: If you're the type of person who creates problems where they don't exist, you will want to read this post

There are a lot of people who panic if they can't fall asleep by night. They switch sides again and again, flip the pillow so as to get the fresh feeling on their face, but sleepness just won't come... The first 15 minutes are OK, but when one hour or so is spent without closing your eyes, then distress will come!

Ok, I might have overstated the number of people with a fear as this one (I obviously did so), but at least I had it when I was a child. And you have no idea if how big it grew.

Crisis Nights            
Basically, everytime I couldn't fall asleep, I would get an indescribable fear of not sleeping through the whole night. Was the fear rational? No! I would sometimes get off my bed, crying, and go to my parents to ask for their help in solving that "huge problem" I couldn't handle. Was the problem real? Not at all! 

We tried to find solutions for "The Problem", because there was no way I could wake my parents up everytime I had these crises (but I did), neither did I enjoy going through those moments of marked agony. So I started avoiding Coca-cola for dinner - the 10% percentage of caffeine could be the mais cause of my troubles.



How to Overcome This and Other "Problems"
Do you know how I beat this fear? I just did a tremendous effort not to think about it, when it manifested itself. The best way to fight a problem that was exclusively created by our own thoughts is to avoid thinking about it*. And that's an art. Knowing how to get out of a state of too much pondering is extremely important, if we don't want to see ourselves consumed by constant negative thoughts about something.
So, if you ever reach the conclusion that you have way too much time to think about problems you're not even sure that are real, then grab your bike and ride for as long as you need. If that's not enough, get involved in something that requires part of your time every week or month. I think that's a good strategy.

And if, BY CHANCE, you also had this fear of not being able to fall asleep when you were a child, please leave your comment! I would like to feel that I'm not the only one who has gone through this terrible experience :)

*I'm not speaking about depressions or other mental diseases, those I know nothing about

13 comentários:

  1. Muito bom, gostei muito do post. tanto design como conteúdo. De facto, "Saber sair do estado de matutanço é do mais importante que há".

    ResponderEliminar
  2. No comments ... so much to say ... deeeply and not superficially. the mind is huge box .

    ResponderEliminar
  3. Na tradição cristã chama-se a isso mortificação interior :)
    Ajuda bastante a ter um controlo enorme da vontade, através do uso da razão, quando exercida em variadas situações. Deu para perceber que se pode aplicar perfeitamente a casos diferentes do medo de não conseguir dormir à noite! lol
    Na verdade pode-se aplicar a tudo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma versão um bocadinho alterada de mortificação interior, diria eu, uma vez que não estava a renunciar a nada por amor a Deus, mas antes porque queria passar uma boa noite de sono :)

      Eliminar
    2. Claro, mas os sacrifícios têm também outros valores que não só o amor a Deus (ainda que este tenha que estar sempre no centro!)

      Por exemplo, quando eu vou encher para o ginásio aquilo dói. As últimas séries a levantar pesos não são brincadeira nenhuma, custa e bem. No entanto sabes que aquela dor vai fazer com que o teu músculo que era fraco cresça mais e se torne mais forte.

      É tal como o esforço que fazes para não pensar no assunto. Apetece-te pensar mas não o fazes porque sabes que depois atingirás um nível em que já será mais fácil dormir (imagino que hoje já não tenhas esse problema! lol)

      Eliminar
  4. "A melhor maneira de combater um problema que foi criado exclusivamente pela nossa cabeça* é evitar pensar nele."

    Concordo completamente contigo Miguel! Por vezes esse esforço é ainda maior do que qualquer esforço, precisamente porque estamos a lutar contra a nossa própria cabeça!

    Beijinhos Miguel!

    Marta Serra

    ResponderEliminar
  5. Como te percebo! É uma luta diária a minha também...há alturas em que fico sem estratégia.mas acho que por exemplo a prática de meditação ajuda.qual a vossa opinião?

    João

    ResponderEliminar
  6. tmb passei por esse problema haha tive praticamente sindrome do pãnico por causa disso

    ResponderEliminar
  7. tmb passei por esse problema haha tive praticamente sindrome do pãnico por causa disso

    ResponderEliminar
  8. Nossa me identifiquei muito! Quando criança eu sofria de insônia e achava que não iria conseguir dormir, e isso me fazia chorar. O que uma criança com medo de não conseguir dormir irá fazer? Com certeza chamar a mãe, pelo menos era o que eu fazia, nas primeiras semanas até que ela me dava conselhos e me ajudava, mas depois de um tempo ela cansou de se acordada e começou a brigar comigo. Acho que o que resolveu meu problema foi começar a estudar de manhã, então a noite eu sentia muito sono e dormia muito rápido. Hoje em dia eu não sofro de insônia, nem nada disso, mas se eu ficar até tarde acordada, eu entro em pânico, chego até chorar o que é vergonhoso, mas no final eu acabo dormindo.

    ResponderEliminar
  9. Oi, tenho 16 anos. Quando mais jovem, Tinha esse anseio quando dormia só. Apesar de muito sono, quando ia dormir, era um pesadelo. Fechar a porta do quarto e fazer todo o processo me dava trauma. Superei o de dormir só, mas apenas na casa onde moro (com meu pai e minha mãe). Quando venho para a casa de minha irmã (que foi quando iniciei a ter essas crises), sinto um medinho quando a noite se aproxima, e às vezes tenho medo na hora de dormir (já que fico num quarto só pra mim, o que pra muitos seria um sonho), e me identifiquei pois sempre que na hora H mudo o pensamento consigo dormir. E pra não ter o medo antes mesmo da hora H penso: tenho muitas coisas pra fazer (lazeres e deveres), então, se der insônia faço essas coisas e viro a noite. No outro dia terei mais sono e com certeza dormirei. Se não nesse dia, no próximo, enfim. A verdade é que nunca virei a noite, pois sempre durmo, nem que as 6 da manhã (em raras ocasiões). Sem esse medo tão frequente consigo aproveitar melhor as coisas da vida!

    ResponderEliminar
  10. Oi. Tenho 24 anos e faz 3 noites que tenho medo de não dormir. Tenho ataques de pânico e nem sei porquê. Vou consultar um médico hoje, mas não sei mais o que pensar, estou em baixo :(

    ResponderEliminar