quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Resoluçõezitas de Ano Novo

O ano novo é uma data espetacular. Tudo muda nas nossas vidas. As resoluções do ano que passou ficaram completas a meio gás, mas em 2013 é que vai ser! As deste ano, como que por magia, começam a ganhar forma. Basta sentarmo-nos, imaginarmos uma série de propósitos engraçados para o novo ano, que a chegada do 1 de Janeiro vai criar as condições perfeitas para que os nossos objetivos se cumpram. Assim pensam os que existem!

Mas há uma raça diferente de pessoas! Aqueles que, não contentes com a sua mera existência neste mundo, vão um pouco mais longe: vivem!

Existir é pensar. Viver é tentar.

Quem existe, anda todo o ano com uma lista onde vai escrevendo grandes e pomposos propósitos. E escreve-os numa lista porque, neste momento, não tem tempo/dinheiro/capacidades/[preenche com o que quiseres] para os levar para a frente.

Se o ano mudasse de cada vez que esta gente traça objetivos (em vez de definirem objetivos de cada vez que o ano muda), então eles estariam certamente alguns séculos à frente dos que vivem!


Quem vive contenta-se com as coisas pequenas, mas bem feitas. Prefere um ano cheio de resoluçõezitas que se esforça para cumprir, do que uma lista de promessas para o ano que vem. Também gosta de coisas em grande, mas sabe que essas virão por acrescento. O importante é que não tem medo de começar.

"Não tens de ser ótimo para começar, mas tens de começar para seres ótimo."

Com isto desejo-vos a todos um excelente ano 2013, e que corra tudo pelo melhor! 

Eu vou agora tratar da minha primeira resolução para 2013: arrumar o quarto. Está uma espelunca!

1 comentário:

  1. concordo com essa resolução de "arrumar o quarto". De facto, está intransitável...

    ResponderEliminar